Tóquio 2020: as Olimpíadas da sustentabilidade

Por Ana Flávia Brandão

Os Jogos Olímpicos de Tóquio começaram oficialmente no dia 23 de julho de 2021. Essa edição tem como base o conceito de sustentabilidade com o lema “Sejamos melhores juntos: para o planeta e as pessoas”. As medidas divulgadas pelo Comitê Organizador são voltadas para os seguintes eixos: mudanças climáticas, gerenciamento de recursos; ambiente natural e biodiversidade com foco na coexistência entre cidade e natureza; direitos humanos, trabalhistas e práticas justas de negócios com foco na diversidade; e engajamento, cooperação e comunicação com foco em parcerias e equidade.

O CirculaCT reuniu algumas dessas medidas que estão sendo tomadas para tornar o evento mais sustentável.


Medalhas feitas de lixo eletrônico

Medalhas de Tóquio 2020. Fonte: Divulgação/Tokyo 2020

Através do “Projeto Medalhas Tóquio 2020” o Japão recolheu por todo o país cerca de 79 mil toneladas de dispositivos eletrônicos que foram transformados nas quase 5 mil medalhas que serão entregues aos vencedores. Essa é a primeira vez na história dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos em que a população local participa da produção das medalhas e utiliza materiais reciclados.


Tocha reciclada

Tocha olímpica Fonte: Divulgação/Tokyo 2020

A tocha representa um elo entre os jogos da antiguidade e os jogos contemporâneos, porém este ano a Tocha Olímpica tem um significado ainda maior para o Japão. Ela foi feita com o alumínio utilizado nos lares temporários feitos para abrigar os japoneses após o terremoto e tsunami de 2011. Além disso, a tocha é alimentada por hidrogênio, que não emite dióxido de carbono quando queimado.


Cama de papelão e colchão de silicone

As camas da vila olímpica são feitas de papelão e o colchão com fibras de polietileno. A ideia é que elas sejam recicladas após os jogos. O uso desses materiais garante uma estrutura leve, facilitando a adaptação do layout dos quartos como os usuários desejarem. Além de ser uma estrutura modular que permite adicionar mais partes caso seja necessário aumentar as dimensões da cama.


Pódio

Pódio de Tóquio 2020. Fonte: Divulgação/Tokyo 2020/UOL

Assim como as medalhas e a tocha, os pódios utilizados nas cerimônias de entregas de medalhas também são feitos de materiais reciclados. Eles foram fabricados de plástico reciclado provenientes de resíduos domésticos plásticos entregues pela população local e material recolhido do oceano.

O design dos pódios foi concebido pelo artista Tokolo Asao e segundo ele “A filosofia inerente era criar algo que gostaríamos de preservar em vez de deitar fora como lixo. Cada cubo que compõe o pódio pesa cerca de 1,5kg, suficientemente leve para uma criança poder levantar. Partes do pódio podem ser guardadas em casa, talvez serem expostas em embaixadas ou se tornarem peças de coleção no futuro”.


Gestão de resíduos

Devido à pandemia da Covid-19, o evento não terá a presença de público. Por isso, o impacto da geração de resíduos será muito menor do que em outras edições. Mesmo assim, o Comitê Organizador tem como meta reaproveitar ou reciclar 65% dos resíduos gerados durante as Olimpíadas e Paralimpíadas enquanto os resíduos não recicláveis serão destinados à geração de energia de biomassa. A coleta será feita através de diferentes recipientes nas instalações dos jogos e na Vila Olímpica para garrafas, latas, papéis e alimentos descartados.


A esperança é que essas medidas realmente sejam aplicadas durante e após o evento, servindo como um legado aos futuros jogos e mobilizem mais iniciativas sustentáveis não só no Japão mas em todo o mundo.


Referências

Um Só Planeta. Nicole Wey Gasparini. Jogos Olímpicos de 2021: as iniciativas "verdes" do evento que acontece em Tóquio. Disponível em: https://umsoplaneta.globo.com/sociedade/noticia/2021/07/19/jogos-olimpicos-de-2021-as-iniciativas-verdes-do-evento-que-acontece-em-toquio.ghtml. Acesso em 26/07/2021.

The Tokyo Organising Committee of the Olympic and Paralympic Games. Update to the Sustainability Pre-Games Report. Disponível em: https://gtimg.tokyo2020.org/image/upload/production/gmfcochjrvyezhpvzkle.pdf. Acesso em 26/07/2021.

Olympics.com. Gonçalo Moreira. Tóquio 2020 em 2021: Pódios, mascote e medalhas. Disponível em: https://olympics.com/pt/noticias/toquio-2020-em-2021-tradicao-e-modernidade. Acesso em 26/07/2021.

Olympics.com. Shintaro Kano. Revezamento da Tocha Olímpica nos Jogos de Tóquio 2020 em 2021: Coisas mais importantes para saber. Disponível em: https://olympics.com/pt/noticias/tokyo-2020-games-2021-olympic-torch-relay-preview. Acesso em 26/07/2021.

Japan House (São Paulo). Os Jogos Mais Sustentáveis. Disponível em: https://www.japanhousesp.com.br/artigo/os-jogos-mais-sustentaveis/. Acesso em: 26/07/2021.

GE (Globo.com). Tocha reciclada e camas de papelão: as ações sustentávies das Olimpíadas. Disponível em: https://ge.globo.com/olimpiadas/noticia/tocha-reciclada-e-camas-de-papelao-as-acoes-sustentaveis-das-olimpiadas.ghtml. Acesso em 26/07/2021.


23 visualizações0 comentário