O uso de softwares para estudo de ACV

Aline Pinna


Na busca de meios para diminuir o impacto de nossas ações na Terra, começamos a observar o ciclo de vida (ACV) de um produto desde a obtenção da matéria-prima até o seu descarte. O uso de softwares auxilia nesse estudo de ACV, que é regido pelas Normas ISO 14040 até a ISO 14043. As fases da ACV são: Definição do Objetivo e Escopo, Análise do Inventário, Avaliação de Impactos do Ciclo de Vida e Interpretação.

Na primeira fase é delimitado o sistema relacionado ao produto, como o objetivo, os limites, a unidade funcional e definição dos requisitos de qualidade. Na fase seguinte, a Análise do Inventário, são estabelecidas as categorias dos dados, preparação, coleta e validação destes dados, quantificando energia e matérias-primas, resíduos sólidos, líquidos e gasosos, e outros danos ou perdas durante a vida de um produto.

Avaliação de impacto é a terceira fase. Nela, as categorias ambientais são selecionadas e definidas, incluindo a classificação e a caracterização dos impactos ambientais existentes.

A última fase envolve a interpretação de dados e resultados através da identificação e avaliação da integridade, sensibilidade e consistência das informações.


Vantagem do uso de Ferramentas Computacionais na ACV

Como a ACV envolve inúmeros dados sobre o processo, softwares específicos para ACVs foram desenvolvidos e estão disponíveis no mercado. Essas ferramentas computacionais tem como objetivo principal realizar análise de impactos ambientais e interpretação dos resultados, além de facilitar a realização dos cálculos de balanço de massa e energia, realizar comparações entre ciclo de vida de produtos e analisar o fluxo de materiais e energia. Sendo assim, eles fornecem os resultados em diversos parâmetros de impactos ambientais, como: potencial impacto sobre a mudança do clima; a disponibilidade de água; a eutrofização; a ocupação de terras, entre outros (como dito na matéria "Já ouviu falar de ACV?" da Sodré aqui no site).

A análise de impactos e interpretação dos resultados apresentados pelos softwares de ACV são apresentados através de gráficos, fluxogramas e tabelas. Uma grande vantagem de utilizar os softwares é que eles possuem um banco de dados com informações sobre o ciclo de vida de produtos reduzindo o tempo de coleta de informações. Estes dados foram feitos a partir do Inventários do Ciclo de Vida (ICV) de elementos comuns a vários ciclos de vida como materiais (metálicos, cerâmicos, vidros provenientes de fontes renovável ou não renovável, etc.), energia (térmica, elétrica, biomassa, etc.), transporte (rodoviário, ferroviário, etc.e tipo de combustível (gasolina, diesel, etc.). No entanto, há a necessidade de análise prévia, pois esse banco de dados pode ser de caráter regional e não cobrir exatamente o sistema estudado, o que afetaria os resultados.





Referências:

CAMPOLINA, Juliana Mendes; SIGRIST, Carolina São Leandro; MORIS, Virgínia Aparecida da Silva. Uma revisão de literatura sobre softwares utilizados em estudos de Avaliação do Ciclo de Vida. Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas –UFSM, Santa Maria, V. 19, n. 2, p.735-750, mai-ago, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reget/article/download/15494/pdf. Acesso 18/04/2021


CirculaCT. Hiasmin Sodré. Já ouviu falar de ACV?. Disponível em https://www.circulact.org/post/j%C3%A1-ouviu-falar-de-acv. Acesso 18/04/2021


EnCiclo. 5 Softwares para realizar Análise de Ciclo de Vida (ACV) dos seus produtos. Disponível em https://www.enciclo.com.br/blog/5-softwares-para-realizar-analise-de-ciclo-de-vida-acv-dos-seus-produtos/. Acesso 18/04/2021

56 visualizações0 comentário