Gases do Efeito Estufa: emissões no Brasil

Por Hiasmin Sodré


O aquecimento global manifesta suas consequências na forma das mudanças climáticas: aumento do nível dos oceanos; secas extremas; altas temperaturas; ondas de frio; entre outras. De acordo com o Instituto Goddard de Estudos Espaciais, da NASA, a temperatura média global subiu em 1°C desde 1880, onde dois terços desse aquecimento ocorreram a partir de 1975.


O Acordo de Paris é um tratado entre 196 países que prevê o combate ao aumento da temperatura média do planeta causado pelo aquecimento global. O Brasil é signatário desse acordo e possui como meta a redução das emissões de gases do efeito estufa (GEE) em 37% até 2025, em relação aos níveis do ano de 2005, significando uma emissão máxima de 1,3 bilhão de toneladas de CO2 equivalente em 2025. Até 2030, a meta é reduzir em 43% das e atingir a neutralidade das emissões até 2060.


As emissões de GEE no Brasil


O Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (SEEG) produz estimativas anuais das emissões de GEE no Brasil. Estão expressos, na tabela a seguir, as emissões de GEE, em toneladas de CO2 equivalente, correspondentes ao período de 2005 a 2019, no Brasil:

Fonte: 8° Edição do SEEG (2020).


Os dados expõem que, a partir de 2011, o Brasil apresentou um aumento nas emissões, atingindo o patamar de mais de 1,5 bilhão de toneladas de CO2 equivalente em 2019. Embora esse número seja menor quando comparado ao ano de referência (2005), o país segue na contramão para a redução das emissões e se distancia da meta de 1,3 bilhão em 2025, prevista pelo Acordo de Paris.


A origem das emissões


De acordo com o relatório da SEEG, as mudanças de uso de terra, que em sua maioria consistem no desmatamento da Amazônia, lideram as emissões, representando 44% do total (2019). A agropecuária recebe o segundo lugar, com 28% e a energia, que contabiliza o uso de combustíveis, corresponde a 19% do total nacional. O gráfico, a seguir, exibe as emissões por setores, desde 1990 até 2019:


Fonte: 8° Edição do SEEG (2020).


Referências

Albuquerque, I. et al. Análise das emissões brasileiras de gases de efeito estufa e suas implicações para as metas de clima do Brasil 1970-2019. Disponível em: https://seeg-br.s3.amazonaws.com/Documentos%20Analiticos/SEEG_8/SEEG8_DOC_ANALITICO_SINTESE_1990-2019.pdf Acesso em: 19/08/2021.

GISS NASA. New Studies Increase Confidence in NASA's Measure of Earth's Temperature. Disponível em: https://www.giss.nasa.gov/research/news/20190523/ Acesso em: 19/08/2021.

Uol. O que é o Acordo de Paris assinado por Biden ao assumir a presidência? Disponível em: https://www.uol.com.br/ecoa/ultimas-noticias/2021/02/02/o-que-e-o-acordo-de-paris-assinado-por-biden-no-1-dia-de-presidencia.htm Acesso em: 19/08/2021.


68 visualizações0 comentário