Conheça o Projeto Síntese da UERJ

Por Déborah Ribeiro de Alvarenga



Trabalho do Projeto Síntese - Foto: Reprodução/Facebook


A questão do descarte de resíduos sólidos no Brasil ganhou mais força nos últimos anos, mas a falta de infraestrutura faz com que o esse lixo continue sendo jogado a céu aberto. Esse despejo inconsciente traz graves problemas ambientais, contaminando solos e águas, além de problemas de saúde pública, como o aparecimento de dengue e leishmaniose nesses locais. Para amenizar esse problema, alunos de engenharia química da Faculdade de Tecnologia (FAT - UERJ) criaram um projeto visando o desenvolvimento de pesquisas e tecnologias para controlar a gestão desses resíduos no campus e promover a integração entre alunos e professores. Ele ficou conhecido como Projeto Síntese e, hoje, é referência na promoção da sustentabilidade.

A atitude dos alunos do campus, sob coordenação da professora Carin von Muhlen, almeja estimular atitudes socioambientais e aplicar suas tecnologias no dia a dia das pessoas. Em setembro de 2018, eles conseguiram transformar o projeto em realidade com uma proposta de coleta seletiva, separando o lixo em 3 categorias: recicláveis, rejeitos e compostáveis. A última diz respeito aos rejeitos destinados à composteira e, no final do processo, são usados nas hortas da faculdade. Depois do sucesso da iniciativa, várias outras ações foram surgindo e a proposta de sustentabilidade se tornou mais conhecida na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Entre os valores propagados pelo Projeto Síntese, estão: o desenvolvimento de um trabalho coeso com respeito, a busca pela excelência em seus objetivos e os conceitos de “fazer mais usando menos” e de “nunca deixar para amanhã o que se pode fazer hoje”.


Parcerias


Também fazem parte dessa organização as equipes de limpeza, de manutenção e de jardinagem do CCR. Além delas, uma grande parceira é a Associação de Catadores Recicla Resende, que dá um destino correto ao resíduo reciclável não utilizado, auxiliando mais de 30 famílias locais. Vale lembrar também da empresa Archroma, responsável por oferecer a empresas estratégias de lucrar sem perder o compromisso com o meio ambiente.


Outros projetos


Além da coleta seletiva, outras atividades foram promovidas pelos alunos. Entre elas encontramos o projeto Biometano, cujo objetivo é substituir o gás natural por um equivalente, porém, mais puro. Outro exemplo é o Filamento, que tem como meta produzir materiais utilizados na impressão 3D a partir dos resíduos sólidos coletados no campus.

Ainda existem muitos outros subprojetos, como o da produção de sabão a partir de óleo natural, da reciclagem artística e o do papel reciclável. Todos usam a tecnologia desenvolvida pelos integrantes para alcançar suas metas. A organização conta com o Espaço Síntese, seu próprio local para fazer a gestão do lixo e para desenvolver seus trabalhos, mas sua extensão não para por aí! Sua participação foi garantida em vários eventos de rua, na UERJ e em oficinas.


Mais sobre o Projeto Síntese


O Projeto Síntese organizou um processo seletivo no começo de Março de 2020, o que nos faz imaginar que podemos esperar muito deles, agora com novos membros e com o desenvolvimento de novas atividades. Iniciativas como essa, principalmente no meio científico universitário, são muito importantes para o crescimento do Brasil frente às questões ambientais. Todos podem acompanhar o projeto no Instagram pelo link @projetosinteseuerj ou pelo linktr.ee @projeto.sintese | Linktree.


Referências bibliográficas:


FAT UERJ. Faculdade de Tecnologia - UERJ Resende. Gestão de Resíduos do Campus, Espaço Síntese e Ações de Educação Ambiental. Acesso em: 02/03/2021.


FAT UERJ. Faculdade de Tecnologia - UERJ Resende. Projeto Síntese. Acesso em: 02/03/2021.


Projeto Síntese. @projetosinteseuerj. Fotos e vídeos do Instagram. Acesso em: 01/03/2021.


Centro de Pesquisa em Ciência, Tecnologia e Sociedade. Samuel Antenor e Leonardo Szigethy. Resíduos sólidos urbanos no Brasil: desafios tecnológicos, políticos e econômicos. Acesso em: 03/03/2021.

36 visualizações0 comentário