Como as baleias ajudam a combater as mudanças climáticas

Déborah Ribeiro de Alvarenga


Rabo de baleia - Foto: Reprodução/esbrasil


A baleia é um dos poucos mamíferos que vivem na água. Além de serem os maiores e mais inteligentes animais do oceano, também têm um papel muito importante na natureza desconhecido por muita gente: elas captam CO2 da atmosfera e influenciam todo o ambiente ao seu redor. Isso porque seus corpos são enormes reservas de carbono, e cada baleia capta, em média, 33 toneladas desse gás. Quando morrem, afundam no oceano removendo esse carbono da atmosfera por séculos, ajudando no resfriamento da Terra, já que o CO2 é um dos gases responsáveis pelo efeito estufa. Porém, a caça desses animais os retira de seu habitat natural e, assim, são impedidos de afundar, fazendo esse carbono ser liberado na atmosfera.


Fitoplâncton (plâncton)


Os fitoplânctons são seres microscópicos que flutuam na água doce e que contribuem com pelo menos 50% de todo o oxigênio da nossa atmosfera. Eles também capturam cerca de 40% de todo o CO2 produzido. Para ter uma ideia do significado desses dados, é possível dizer que seriam necessárias mais ou menos 1 TRILHÃO DE ÁRVORES para armazenar a mesma quantidade desse gás. E o que isso tem a ver com as baleias?

As fezes das baleias multiplicam a quantidade de plâncton, pois contêm ferro e nitrogênio que estes organismos precisam para crescer. Isso significa que quanto mais baleias, mais oxigênio no planeta. Além disso, quando elas vão na superfície para respirar, trazem consigo alguns minerais responsáveis pela fertilização desses microrganismos.


Caça às baleias


Antes da caça industrial, a população de baleias teria depositado entre 190 mil a 1,9 milhões de toneladas de carbono no fundo do oceano. O comércio acontece não só por conta da carne desse mamífero ser muito rica, como também por suas fezes, conhecidas como “âmbar cinza”. Isso acontece pois o âmbar tem uma essência única, sendo utilizado por indústrias de perfumes e em cerimônias religiosas. A Rússia é a maior provedora de animais marinhos, comercializando outros mamíferos também, como focas. Porém, isso se tornou um problema que resultou na diminuição gigantesca desses animais no mundo inteiro.

Hoje existem pouco mais de 1,3 milhões de baleias no oceano, cerca de 25% do número que havia antes do início de sua captura para fins comerciais. Esses números influenciam no desaparecimento de outros seres, como as lontras, pois as orcas passaram a se alimentar delas por conta da redução de baleias. Da mesma forma, com uma menor quantidade de lontras, ocorreu a proliferação de ouriços-do-mar, os quais se alimentam de algas do Atlântico Norte. Resumindo, a caça às baleias leva à diminuição das florestas de algas, que são muito importantes na produção de oxigênio.


Proteção


Um estudo do Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu que a proteção às baleias precisa se tornar prioridade no esforço global para combater as mudanças climáticas.

Segundo a ONU Meio Ambiente, esses animais podem ser protegidos com programas semelhantes aos usados na proteção de florestas. Alguns investimentos financeiros podem ajudar nessa questão, como compensar empresas de transporte marítimo para não usarem rotas em que possa haver colisão com animais marinhos. Sem medidas adicionais, serão necessários mais de 30 anos para dobrar o número de baleias atuais e várias gerações para atingir o número original.

Felizmente, tivemos uma grande vitória na luta pela conservação das baleias em 2018. Neste ano, foi aprovada a Declaração de Florianópolis, documento que reafirma a proibição à caça comercial e enfatiza a missão da Comissão Internacional da Baleia (CIB) na recuperação desses mamíferos. A proposta foi adotada pelo Brasil, Argentina, Colômbia, México, Chile, Costa Rica, Panamá e Peru.


Qual é o valor de uma baleia?


O valor é calculado com base na quantidade de carbono que uma baleia grande pode captar, adicionado ao valor atual de outras contribuições econômicas, como o aumento da pesca e do ecoturismo. “Nossas estimativas conservadoras colocam o valor da baleia grande-média, com base em suas várias atividades, em mais de US $2 milhões.” (FMI)

Sim, é um valor muito alto, mas o que vale mesmo é o oxigênio. Se a caça às baleias continuar, o mundo sofrerá ainda mais com os efeitos do aquecimento global e da falta de O2. Por isso, é importante não sermos gananciosos quando o assunto é meio ambiente.



Referências


International Monetary Fund. Finance & Development. Nature's Solution to Climate Change. Disponível em: https://www.imf.org/external/pubs/ft/fandd/2019/12/natures-solution-to-climate-change-chami.htm. Acesso em: 20/04/2021


BBC News. Sophie Yeo. Com poder de esfriar a Terra, baleias ganham a atenção de ecologistas e economistas. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/vert-fut-55768723. Acesso em:20/04/2021


Neo Mondo. Estadão. Baleias ajudam a combater mudanças climáticas, prestando serviço de captura de CO2 que custaria US $1 trilhão. Disponível em: http://www.neomondo.org.br/2019/10/16/baleias-ajudam-a-combater-mudancas-climaticas-. Acesso em: 21/04/2021


Laura Plitt. Terra. Por que fezes de baleia podem valer milhares de dólares? Disponível em: https://www.terra.com.br/noticias/ciencia/por-que-fezes-de-baleia-podem-valer-milhares-de-dolares,7e31937dc8c15e85ccc5f78fbb827f74k1n2molb.html. Acesso em: 21/04/2021


Leandra Gonçalves. Greenpeace. Uma vitória para a proteção das baleias. Disponível em: https://www.greenpeace.org/brasil/blog/uma-vitoria-para-a-protecao-das-baleias/. Acesso em: 21/04/2021



35 visualizações0 comentário