Brechós: Para além dos preços em conta

Por Felipe Mesquita


Dentro da lógica da indústria da moda, em que é preciso estar a todo momento acompanhando as tendências e as roupas são tratadas quase como descartáveis, é interessante pensarmos o papel do consumo sustentável. As escolhas de consumos que fazemos no nosso dia a dia têm algum impacto no meio ambiente, no universo da moda isso não é diferente.


Além dos impactos ambientais, deve-se pensar nas condições dos trabalhadores inseridos no processo de produção das peças, visto que muitas empresas do segmento têm envolvimento com trabalho escravo. O consumo sustentável vem para tentar diminuir esses impactos, e em oposição ao imediatismo da indústria da moda existem algumas opções para os consumidores, como o slow fashion, o uso de materiais menos agressivos, produção local e o nosso tópico de hoje, os brechós.


Brechós


Por muito tempo os brechós foram associados à imagem de um lugar com peças de roupas ruins, velhas e até mesmo, para os mais supersticiosos, carregadas de energias ruins, já que os vestuários na maioria das vezes são usados. No entanto, essa ideia tem sido deixada de lado por um número considerável de pessoas, principalmente da nova geração. Em redes sociais como Tik Tok e Instagram é possível encontrar perfis voltados para moda dando sugestões de brechós e outros lugares com preços acessíveis que partem do mesmo princípio. Esse tipo de conteúdo costuma agradar o público mais jovem, que parece interessado em consumir nesses locais, antes desprezados.


Feira de Antiguidades da Praça XV. Fonte: Guia Cultural do Centro Histórico do Rio de Janeiro


Não se limitando aos espaços físicos, hoje é comum encontrar brechós online na internet e nas redes sociais. Geralmente os organizadores são pessoas que garimpam roupas nos brechós físicos e ofertam as peças nas plataformas onlines. Outro grupo por trás desses espaços online são pessoas que estão desapegando de roupas que não usam mais e vêem como alternativa vender as peças por preços mais acessíveis, são os chamados “desapegos”.


Tanto físico como online, organizado por aqueles que garimpam ou pelos que estão desapegando do guarda roupa, os brechós, para além dos preços em conta, têm um papel importante dentro da lógica de consumo sustentável. A oferta de roupas nesses espaços dá um novo destino a um item que muitas vezes iria para o lixo, evitando que o meio ambiente seja exposto a materiais difíceis de decompor. Já o consumo não só prolonga o ciclo de vida dessas roupas, como também pode ajudar a diminuir a produção de novas peças produzidas nas fábricas têxteis.


O CirculaCT garimpou algumas sugestões de brechós na cidade do Rio de Janeiro:


Feira de Antiguidades da Praça XV

Praça XV - Centro

Aos sábados, de 7h às 15h


● Bazar da Paróquia São João Batista da Lagoa

Rua Voluntários da Pátria, 287 - Botafogo

Seg, Qua e Sex

de 9h às 12h e 13h às 16h


● Bazar Solidário Celpi

Rua Bambina, 160 - Botafogo

Seg à Sex, de 8h às 18h


● Bazar Beneficente S. Crispim

Rua Carlos Sampaio, 340 - Centro

Seg, Qua e Sex, de 8h às 16h30


● Brecholeiras

Rua Francisco Batista - Madureira (sob o Viaduto Negrão Lima )

Aos sábados, de 8h às 15h


● Brechó O Cacareco

Rua São Clemente, 245 - Botafogo

Seg à Sex, de 10 às 19h

Sáb, de 10 às 14h


Referências:

eCycle. Cinco motivos para comprar em brechó. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/comprar-em-brecho/ Acesso em: 14/01/2022


eCycle. Consumo consciente de roupas e moda sustentável. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/consumo-consciente-de-roupas/ Acesso em: 14/01/2022


eCycle. Entenda o que é consumo sustentável. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/consumo-sustentavel/ Acesso em: 14/01/2022


Fashion Revolution. Insecta Shoes. Será que você entendeu, o que é moda consciente? Disponível em: https://www.fashionrevolution.org/brazil-blog/sera-que-voce-entendeu-o-que-e-moda-consciente/ Acesso em: 14/01/2022

Gazeta do Povo. Maria Fernanda Takahashi. Consumo consciente: os caminhos para uma moda sustentável. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/gpbc/voce-mais-sustentavel/consumo-consciente-moda-sustentavel/ Acesso em: 14/01/2022


Jornal Cruzeiro do Sul. Julia Rolim. A importância dos brechós e do consumo consciente na moda. Disponível em: https://www.jornalcruzeiro.com.br/blogs/go-fashion/2021/10/682335-a-importancia-dos-brechos-e-do-consumo-consciente-na-moda.html Acesso em: 14/01/2022



28 visualizações0 comentário