A tendência dos carros elétricos: até que ponto eles são sustentáveis?


Por Luiza Fernandes


A criação dos carros elétricos trouxe uma inovação tecnológica para os veículos e para a sociedade por conta do seu grande desempenho em relação à sustentabilidade. O seu consumo vem crescendo cada vez mais no Brasil, como mostram os dados divulgados pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) e pela ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), com o ano de 2021 batendo o recorde de vendas e tendo um aumento de 257% em relação ao ano de 2020, o que evidencia uma expansão desse tipo de veículo nas ruas de todo o país.

Os principais motivos para tanta procura desses veículos são os seus diversos benefícios sobre o modelo convencional (carro com motor à combustão), sendo eles: o nível reduzido de emissão de poluentes e a sua eficiência energética enquanto circula nas ruas; o baixo custo de manutenção, já que o veículo é mecanicamente mais simples; uma menor taxa de impostos sobre o automóvel e o fato de ser extremamente silencioso, gerando um maior conforto acústico e bem-estar para os motoristas e passageiros.

Reprodução: Clima Info

Apesar de ter várias vantagens e de ser considerado o futuro dos automóveis mediante a sustentabilidade, os carros elétricos também possuem pontos negativos em relação ao seu processo produtivo e ao descarte das peças.

As atividades de mineração, fabricação e transporte das peças desses veículos acabam emitindo gases de efeito estufa, assim como a produção das suas baterias de íon lítio, que dependem de materiais como o cobalto, cobre e neodímio que, ao serem extraídos, contaminam os solos, a água e causam desmatamento. Além disso, a geração de eletricidade para recarregar os carros ainda depende de combustíveis fósseis em grande parte, que agridem o meio ambiente.

Uma pesquisa divulgada pela fabricante de automóveis Volvo, comparou dois modelos próprios com uma cadeia produtiva similar - o elétrico C40 e a sua versão XC40, com o motor de combustão interna - e mostrou que o modelo elétrico pode ser até 70% mais poluente que o modelo a motor caso a recarga das baterias seja feita com energia não renovável. Esse estudo reafirmou que os maiores problemas desse tipo de veículo são a produção, a recarga e o descarte das baterias, o que pode levar a um impasse em relação à completa eficiência dos carros elétricos.

Dessa forma, precisamos analisar por completo essa nova tendência juntamente com todo o processo de produção desses automóveis, para que seja possível compreender o tanto que eles se relacionam com a economia circular e com a preservação do meio ambiente, uma vez que pensando no produto final, o carro elétrico se torna mais sustentável que o convencional.



Referências:


RIBEIRO, Felipe. Nunca se vendeu tanto carro elétrico como em 2021. Canaltech, 2022. Disponível em: https://canaltech.com.br/carros/nunca-se-vendeu-tanto-carro-eletrico-como-em-2021-208340/#:~:text=Os%20carros%20el%C3%A9tricos%20bateram%20recorde,mais%20do%20que%20em%202020 . Acesso em: 29/03/2022.


VENDITTI, Mário Sérgio. 7 vantagens dos carros elétricos. Mobilidade Estadão, 2020. Disponível em: https://mobilidade.estadao.com.br/inovacao/7-vantagens-dos-carros-eletricos/ Acesso em: 29/03/2022.


Carro elétrico pode ser até 70% mais poluente do que o convencional. Summit Mobilidade, 2022. Disponível em: https://summitmobilidade.estadao.com.br/guia-do-transporte-urbano/carro-eletrico-pode-ser-ate-70-mais-poluente-do-que-o-convencional/ . Acesso em: 29/03/2022.


Carros elétricos são o caminho para a mobilidade sustentável?. Summit Mobilidade, 2021. Disponível em: https://summitmobilidade.estadao.com.br/sustentabilidade/carros-eletricos-sao-o-caminho-para-a-mobilidade-sustentavel/#:~:text=Os%20ve%C3%ADculos%20com%20motores%20el%C3%A9tricos,de%20um%20carro%20a%20gasolina.. Acesso em: 29/03/2022.


Produção de veículos elétricos pode causar danos ambientais. Summit Mobilidade, 2021. Disponível em: https://summitmobilidade.estadao.com.br/guia-do-transporte-urbano/producao-de-veiculos-eletricos-pode-causar-danos-ambientais/. Acesso em: 29/03/2022.

8 visualizações0 comentário