A política ambiental do Governo Brasileiro: “maquiagem verde” e desmonte ecológico

Por Júlia Mendes


Não há dúvidas que, atualmente, uma das pautas mais importantes e discutidas ao redor do mundo é a questão ambiental. Correndo contra o tempo, muitos países vêm tentando expandir suas políticas ambientais de preservação, de redução da emissão de gases efeito estufa e de combate ao desmatamento massivo. Exemplos disso foram os eventos internacionais ocorridos no ano de 2021, como a Cúpula do Clima e a COP 26, que visavam estabelecer discussões, acordos e metas ambientais entre os países e, assim, promover a luta conjunta com um mesmo objetivo: impedir o agravamento do aquecimento global. Assim como os outros países participantes, o Brasil prometeu mudanças relevantes e ousadas nesses eventos, as quais, segundo especialistas, não passam de uma “maquiagem” para esconder as verdadeiras políticas ambientais tomadas pelo Governo. Entenda:


O Brasil na Cúpula do Clima

O discurso do Presidente brasileiro na Cúpula de Líderes sobre o Clima, realizada em abril de 2021 por iniciativa do presidente americano Joe Biden, foi marcado por metas audaciosas, que repercutiram entre especialistas. Umas das metas apresentadas foi a de neutralizar, até 2050, as suas emissões de gases efeito estufa e dar fim ao desmatamento ilegal no país até 2030. Além disso, foi fortemente destacada a necessidade de ajuda financeira dos países desenvolvidos para promover o desenvolvimento sustentável na Amazônia, mas a quantia desejada não foi mencionada.

No entanto, os dados referentes ao desmatamento e as análises de profissionais avaliam que, na verdade, o Brasil percorre na contramão de atingir tais metas e não apresenta traços de possíveis mudanças. Segundo o Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais), o desmatamento na Amazônia atingiu o seu recorde em abril deste ano, crescendo 42% em relação ao mesmo período do ano passado. Somado a isso, o índice apurado pelo Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes) indica que houve um aumento de 21,97% do desmatamento na Amazônia Legal em relação a 2020. Em entrevista ao Globo.com, Márcio Astrini, secretário-executivo do Observatório do Clima, afirmou que tais dados demonstram que as promessas feitas na Cúpula do Clima foram “absolutamente vazias”.

Ou seja, é possível perceber que as metas estipuladas pelo Governo não referem-se à realidade e não apresentam mecanismos para que sejam alcançadas. Portanto, não passam de uma “maquiagem verde” presente nos discursos que, na prática, não se realizam e ofuscam a real conduta ambiental implementada.


Promessas na COP 26

A 26ª conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas (COP 26), ocorrida no final de outubro e início de novembro de 2021, contou com a presença de quase 200 representantes de países em Glasgow, na Escócia. No evento, o Governo brasileiro oficializou a meta de atingir a neutralidade do carbono até 2050, ou seja, reduzir ao máximo as emissões e compensar o restante com reflorestamento e outras tecnologias de captura do CO2 atmosférico. Enquanto a meta ambiciosa é divulgada, o Brasil registra o maior volume de emissões desde 2006, de acordo com o gráfico divulgado pela BBC News Brasil.



Gráfico: BBC News Brasil

Pretendia-se que na COP 26 os países não só definissem metas para a redução das emissões, mas também demonstrassem, de forma concreta, como as alcançariam. No entanto, representantes brasileiros presentes no evento não esclareceram os meios pelos quais alcançarão esses objetivos e, segundo a visão de especialistas, as medidas adotadas pelo atual governo, como o corte de orçamento para os órgãos de fiscalização, o não avanço na demarcação de terras indígenas e a intenção de mineração destas áreas, vão na contramão das metas apresentadas.


O termo “maquiagem verde”

Em um artigo divulgado em julho de 2020 no blog da ONG Greenpeace, a jornalista Mariana Campos utiliza-se do termo “maquiagem verde” para se referir aos discursos e promessas realizadas pelo Governo Federal, os quais camuflam a verdadeira política de exploração ambiental que promove.


Referências

BBC News Brasil. PASSARINHO, Nathalia. COP26: 3 gráficos que mostram governo Bolsonaro na contramão de novas metas climáticas. Disponível em: https://www.bbc.com/ Acesso em: 17/12/21 https://www.bbc.com/

O Globo. NIKLAS, Jan e GRANDELLE, Renato. Desmatamento recorde na Amazônia: 2021 teve pior abril da série histórica, mostra Inpe. Disponível em: https://oglobo.globo.com Acesso em: 17/12/21


CNN Brasil. GALZO, Weslley e FERRARI, Murillo. Cúpula do Clima: Veja discursos de Biden, Bolsonaro, Xi Jinping e outros líderes. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br Acesso em: 17/12/21


Greenpeace. CAMPOS. Mariana. Maquiagem Verde. Disponível em: https://www.greenpeace.org Acesso em: 17/12/21





17 visualizações0 comentário