A iniciativa que aboliu os copos plásticos do campus da UFRRJ em Três Rios

Atualizado: 4 de mar. de 2021

A discussão acerca da temática ambiental é, felizmente, cada vez mais presente nos ambientes acadêmicos e, por sua vez, nas comunidades ao redor. Na UFRRJ, no Instituto de Três Rios, o ITR Sustentável é o responsável por sensibilizar o campus sobre sustentabilidade.


O projeto de extensão é composto por cerca de uma dúzia de alunos, e coordenado pela professora Dra Ângela Alves de Almeida, do departamento de Ciências do Meio Ambiente (DCMA). Conversamos com a equipe do ITR sobre a origem do projeto.


A inspiração se deu em 2017 quando, a partir da diminuição das verbas destinadas às Universidades Federais, sentimos que precisávamos tomar uma atitude institucionalmente, criando um projeto de extensão contínuo que pudesse minimizar os custos do Campus, envolver toda a comunidade acadêmica com a ajuda dos discentes previamente selecionados.”

Com a finalidade de promover um sistema de Universidade Sustentável e a comunhão do corpo universitário, o ITR Sustentável atua nas frentes de economia de energia, papel e água; na criação de workshops de reciclagem; na eliminação dos copos descartáveis do campus e substituição por copos reutilizáveis e eventos de conscientização para o público. De acordo com os integrantes do ITR, o objetivo do projeto é

"gerir um programa contínuo para auxiliar na manutenção da sustentabilidade no nosso Campus na expectativa do exercício de um movimento coletivo orquestrado, gerador de mobilização e sensibilização”.

O projeto (composto por seis professores e doze alunos) foi estruturado em dois grupos de trabalho: Comunicação, responsável pelo marketing, entrevistas e acompanhamento das ações do projeto; e Agroecologia, encarregado de promover a segurança alimentar e responsável pelas ações agroecológicas de empoderamento da população socialmente vulnerável. Por meio dessa divisão eficiente, o ITR conseguiu não apenas economizar recursos, mas também abolir o fornecimento de copos descartáveis no campus e

"com isso (…) visualizar a adoção de canecas e garrafas, para uso diário, criando assim um hábito que vai além das portas da Universidade”.

Não obstante, a equipe do ITR conta que também foi possível realizar o diagnóstico de solos, palestras e eventos de conscientização, coleta de material reciclável e o monitoramento da pegada ecológica e emissões do curso de Gestão Ambiental, a criação de um sistema de gestão ambiental baseado na norma ISO 14001 e a adoção do PDCA, assim como eventos limpos.


Quando perguntados sobre as expectativas para a ideia na época da concepção, comentaram que, ao passo que mais alunos e docentes se uniam ao projeto, ele tomava forma e “mais ideias se tornaram concretas”. Quando a proposta recebeu a bolsa de extensão, a visibilidade e o reconhecimento foram claros: foi publicada duas vezes no Jornal da Universidade (“Rural Semanal”) e até elogiada pelo reitor da UFRRJ.


“Não esperávamos, no entanto, trabalhamos muito para isto (…) Estamos felizes com nosso trabalho e, principalmente, com os resultados”, contou a equipe.

Além do trabalho interno, a iniciativa interage com os moradores de Três Rios fazendo parcerias com comerciantes da feira agroecológica – que recolhem óleo usado coletado pelo projeto – e cooperativas de catadores – receptores dos materiais recicláveis. O ITR também faz um trabalho com a ONG ReforCriativ (localizada em Paraíba do Sul – RJ) que consiste na inclusão social através da agricultura de base agroecológica. A organização, que já ocupa cerca de 0,8 hectares no bairro do Eldorado, planeja desenvolver um quintal agroflorestal, o plantio de uma horta orgânica e a construção de um espaço para convivência. Junto com o ITR Sustentável e técnicas de gestão ambiental, o solo do terreno foi coletado e devidamente analisado, e os integrantes do projeto de extensão realizaram o plantio de árvores da Mata Atlântica e espécies consideradas “adubos verdes”. Devido à pandemia, o ITR agora acompanha remotamente as atividades da ONG.


Desde sua criação, o ITR Sustentável foi responsável pela diminuição dos gastos da instituição e a implantação da coleta seletiva de materiais recicláveis e não recicláveis no campus, mas novos projetos já estão à caminho:


“Continuaremos pensando formas de tornar o nosso campus mais sustentável e maneiras de repensarmos nossas atitudes. Quando retornarmos às aulas estaremos com uma caixa de coleta nova para coletar artigos de higiene pessoal, para aquelas pessoas que não tem condições de pagar por eles”.

Dessa forma, escovas de dentes, sabonetes, shampoos e afins que às vezes recebemos em hotéis e pousadas – que muitas das vezes não são utilizados e têm seu descarte no lixo comum – serão destinados a quem realmente precisa.


“Outro projeto em andamento é de coleta de artigos eletrônicos, o Brasil é o maior produtor de lixo eletrônico da América Latina segundo a ONU. E o descarte inadequado desse lixo tecnológico, representa um risco cada vez maior para o meio ambiente e para a saúde humana.Com isso buscamos dar o descarte correto ao e-lixo. Uma demanda real de nossa universidade e, claro, da comunidade de Três Rios também”, revelou a equipe.

Durante a pandemia, o ITR Sustentável tem investido na comunicação virtual:


“estamos focados em alcançar mais pessoas, no único meio possível nesse momento, que é o virtual. A partir desse mês vamos atualizar todas as nossas plataformas digitais, Instagram, Facebook e o nosso site. Com novas iniciativas que possam ser feitas nas faculdades e também nas casas”.

No dia 01/09/2020 às 19h acontecerá a Apresentação da Palestra:Três Rios + Sustentável, a convite do PET Conexão Saberes, no projeto ciclo de palestras “Tivemos uma ideia…e foi sobre Três Rios”, na plataforma StreamYard.


Referências


5 visualizações0 comentário